quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

O Caçador de Pipas


Hummm...



Bom, ando meio sem inspiração, mas mesmo assim, escreverei um pouco... Tá certo, nem sempre funciona assim, mas vou tentar.

Queria falar muito sobre o livro do momento: O Caçador de Pipas, de Khaled Hosseini.

Outro livro que virou filme... e pelo jeito (críticas já divulgadas) o livro continua sendo melhor...

Você pode falar: nossa, mas ver o filme é muito mais prático!!! Com certeza, mas é muito menos emocionante!!! Não há nada que se compare a uma leitura... pegue um livro que você nunca leu, sente-se num lugar tranquilo (eu gosto do meu quarto), coloque uma música gostosa ao fundo, sinta-se aconchegado e comece. É impossível parar!!! Foi o que aconteceu comigo ao ler este livro. Não é só porque se tornou um bestseller, mas porque é um livro tocante.

Sua essência é puro sentimento: amizade, confiança, fidelidade, traição, remorso, redenção.

Não vou fazer uma sinopse do livro. Já tem demais. Em todo lugar tem. Agora, nas sinopses não dizem que é um livro pra ler e pra sentir, não dizem que é um livro que pode te fazer chorar, que te dá aqulele puxão de orelha, aquela lição de vida.

Bom, pode ser que outros leitores nãos sejam tão sensíveis... mas vale muito a pena ler... não é auto-ajuda, nem auto-atrapalha... é simplesmente um livro pro coração.

Me disseram pra falar de mim, da minha vida aqui no blog... ainda não me sinto muito à vontade pra me expor assim... aos poucos, pra quem sabe ler nas entrelinhas, pra quem já me conhece um pouquinho, lá vão doses homeopáticas de Keozinha (só para os íntimos... rsrsrs) ...

Alguns podem ficar meio decepcionados com o post de hoje, mas como diz um grande mestre: "A inspiração não vem quando queremos. Vem quando quer, vem e pronto. Temos que agarrá-la quando vier." É isso aí. Não veio hoje. Quando vier, eu agarro e escrevo mais. Talvez melhor.



Beijos aos amigos do coração (os que visitam e lêem de verdade)...

3 comentários:

Monóculo de Carbono disse...

Oi Kleo, pois é, tenho esse blog aí desde setembro, se não me engano, mas não ando tendo tempo, ou fazendo tempo, para escrever nele, hehehe, mas mesmo assim vou tentando. Então, entrei aqui no seu, e parece que pelo começo vai ficar bem interessante.
A propósito, um amigo e eu estamos recebendo textos para uma revista que estamos reativando, Cafécombytes.com, se vc quiser enviar textos para mim, para que possamos avaliar e publicar, ficarei (remos)agradecidos com sua colaboração, qq coisa, pode mandar algo para mim, para meu e-mail, vamos gostar sim.
Um forte abraço e força com seu blog.até.

luis disse...

Bom... sempre que posso dou uma entradinha no blog para futricar um pouquinho, apesar de já ter lido e relido ele algumas vezes. Ainda nao vi o filme "O Caçador de Pipas", entao nao quero julgar sem antes conhecer. O livro concerteza é fascinante, ta certo que em certas horas dá vontade de entrar dentro dele e dar um jeito naquele Amir, vai ser do menininho frouxo, mesmo assim isso nao tira a magia do livro.
No mais é isso, um Bju e um forte abraço pra voce.
Luis Guilherme ;)

Fabiano Ribeiro disse...

Olá.
Desculpe-me a intromissão no seu Blog, mas achei este livro espetacular, e não pude deixar de comentar. Ha muito tempo não lia um que eu gostasse tanto. Apesar de gêneros diferentes, o último que eu me lembro que gostei muito, foi o Senhor dos Anéis.
O filme "O Caçador de Pipas", não chega nem aos pés do livro. Claro que na minha humilde opinião. Apesar dos atores ficarem bem próximos da minha imaginação.
Mas, como já sabemos, a imaginação sempre vence. Ainda mais se tratando da minha.
Abraço.

Ps – Sou amigo e irmão camarada do Adriano da Clube Fm.